Manuela: Ódio e violência não são soluções para a segurança no Brasil

A pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela D’Ávila, defendeu que para o Brasil retomar o seu crescimento econômico e se desenvolver como nação, é preciso colocar o combate a violência e a criação de um plano nacional de segurança pública como prioridade. Em vídeo publicado nas suas redes sociais, Manuela afirmou que o ódio e a violência não são soluções para a segurança no Brasil.

Manuela citou alguns dados alarmantes que retratam esse cenário de violência no Brasil. Como um levantamento feito pela ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que mostra que a cada 100 brasileiros mortos, 71 são negros e negras.

A pré-candidata também alertou sobre os crimes contra as mulheres. “Elas são vítimas permanentes da situação de violência brasileira. A cada 11 horas uma mulher é vítima de violência sexual em um espaço público na cidade de São Paulo. Menos de 16% dos estupradores foram presos no Brasil. Só em 2017, foram 2795 condenações por feminicídio no Brasil. São quase 8 casos de mulheres assassinadas por dia por seus maridos, companheiros ou ex-companheiros”, relatou.

Confira o vídeo na íntegra:

 

Fonte:

PCdoB – Partido Comunista de Brasil

Artículos Relacionados