PCdoB presta solidariedade ao ex-presidente Lula em São Bernardo

“Lula é vítima de sucessivas violências jurídicas. Foi condenado, sem provas, em primeira e segunda instâncias, e ontem a maioria do Supremo Tribunal Federal (STF), em desrespeito à Constituição, negou-lhe o Habeas Corpus. Sua prisão, uma vez concretizada, fará ressurgir a figura do preso político, típica de regimes arbitrários”, aponta a nota emitida pelo PCdoB.

A hora é de resistência 

Manuela criticou a determinação de prisão e classificou a prisão de Lula de “arbítrio”. Segundo a pré-candidata comunista, a hora é de resistência e de luta pela democracia.

“Nós estamos nas ruas porque Lula vale a luta. E ele vale a luta porque tem a cara do Brasil e nosso país vale a luta. Seguiremos lutando pela democracia e resistiremos ao desmonte do Estado brasileiro”, afirmou Manuela.

Assista ao vídeo com a fala da pré-candidata

Representando a bancada comunista na Câmara, o deputado Orlando Silva (SP), disse que após o julgamento do Supremo havia ficado claro que ainda restava uma série de procedimentos a serem adotados antes que a prisão fosse pedida. “Mas a turma do TRF4 e a primeira instância atropelaram até o Supremo Tribunal Federal. Parece que a anarquia tomou conta do Poder Judiciário. Espero que essa decisão seja revertida, sob pena de ampliarmos a radicalização política do Brasil. É muito grave o que aconteceu”, disse o parlamentar.

A deputada Jandira Feghali reforçou o argumento de ilegalidade no pedido de prisão e reafirmou que a legenda se soma “a esta corrente imensa que está ao lado de Lula e da democracia brasileira”.

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos salientou a importância da mobilização dos comunistas “nas ruas e redes sociais, em solidariedade ao ex-presidente Lula, em defesa da democracia, das eleições e da soberania do voto popular”.

PCdoB de São Paulo

O comitê de São Paulo divulgou nota, assinada pelo presidente municipal Wander Geraldo  orientando à militância comunista que participe das atividades de solidariedade ao ex-presidente Lula, tanto na capital Paulista como em São Bernardo do Campo.

Fonte:

Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

Artículos Relacionados