Parlamentares veem açodamento em pedido de prisão de Lula

Tudo isso contribui para que se reaja. Por que no caso do Lula tem essa pressa total?”, destacou.

Os petistas Lindbergh Farias (RJ) e Maria do Rosário (RS) também criticaram a rapidez de Moro. “Isso é um absurdo, porque a defesa do presidente Lula ainda tinha até terça-feira (10) para apresentar os embargos dos embargos. Essa prisão é um absurdo, ilegal, inconstitucional”, disse Lindbergh. “Moro tem seu despacho de prisão contra Lula pronto há quanto tempo? Inaceitável”, continuou a deputada Maria do Rosário.

Ampliação do Estado de exceção

O deputado Glauber Braga (PSol-RJ), em vídeo na sua página do Facebook, afirmou que a ampliação do Estado de exceção é evidente no país e criticou o Supremo Tribunal Federal que, na opinião dele, “tem sido conivente com a aplicação de um programa ilegítimo”.

“Não existe maior inconstitucionalidade do que a colocação em prática de um programa que não foi sequer discutido em eleições. E o que o Supremo fez em relação a isso? A maioria do Supremo barrou essas iniciativas de desmonte do Estado brasileiro? Não, não barrou”, disse.

O parlamentar lembrou que quem vira o jogo é a rua. “Resistir a decisões injustas é um direito e dever da população brasileira”, afirmou.

Fonte:

Vermelho

Artículos Relacionados